CFP

Clube Filatélico de Portugal

Carimbos de Encomendas de Moçambique PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Altino da Silva Pinto   
Quarta, 27 Janeiro 2010 12:31

 

 

Os Carimbos de Encomendas de Moçambique

Os Carimbos Obliterativos específicos das Encomendas Postais

 

                                                                                                                                                          Altino Pinto 
Altino da Silva Pinto

 

Aparentemente, não haveria razão, para, do conjunto da marcofilia de Moçambique, merecerem referência especial, estes tipos de carimbo. Não seriam de esperar dificuldades em os obter, primeiro e desde logo por terem sido utilizados apenas nas estações que tinham serviço de encomendas, regra geral, estações com maior movimento postal;

Depois, porque foram utilizados durante um numero de anos apreciável – de 1908 até cerca de 1944 – (embora o período de utilização seja diferente para cada tipo de carimbo); Na prática, e dando testemunho da minha experiência, apesar de não serem raros, não são muito fáceis de encontrar, bem batidos, limpos e completos.

Embora em casos muito restritos – apenas um (talvez dois) carimbo(s) deste tipo – tivessem sido utilizados como carimbos de favor – CTO -, todavia, também essa utilização porque limitada, não invalida o que atrás afirmo, ou seja que não são comuns. Penso que a razão deste facto resultará de um conjunto de factores, que se conjugam especificamente na sua utilização.

Em primeiro lugar as estações postais que os utilizaram não foram apetrechadas todas ao mesmo tempo. Houve mesmo muitos anos de diferença entre o início de utilização destes carimbos. - na estação de Lourenço Marques e na de Tete, por exemplo.

Por outro lado, nessa época, os selos para pagamento do porte das encomendas, e de outras taxas que sobre elas incidiam, eram colados nas respectivas embalagens, (que tinham as formas e a consistência as mais variadas) para depois serem obliterados pelo respectivo carimbo. Daqui resultava, que o carimbo, mesmo que estivesse limpo, raramente ficava bem batido. …

Como aparecem quase sempre sobre selo solto, (já que são mais escassos sobre múltiplos ou sobre fragmento), não é muito fácil obtermos um exemplar completo, pois a maior parte das vezes o carimbo é de maior dimensão que o selo sobre o qual foi aposto.

Por outro lado a manipulação da encomenda é muito mais propícia a que se rasguem, amachuquem, sujem, numa palavra, se estraguem os selos da encomenda, – do que por exemplo numa carta, – o que porventura poderá ter contribuído para diminuir a percentagem dos exemplares a que temos acesso.

A partir de 1944, pelo Dec. 34076 e em especial por força do Regulamento para a execução do serviço de encomendas postais nas Províncias Ultramarinas – Dec. 40441 de 1955, no art. 27 e seguintes, as taxas serão pagas em selos postais, afixados no modelo oficial próprio, (CP- 2, CP-3, etc.), e “ sendo a sua inutilização com o carimbo da marca do dia realizada imediatamente e sempre na presença do expedidor “.

Como se depreende, a partir desta data, os carimbos específicos de encomendas deixaram de ser obliterativos, o que não quer dizer que ocasionalmente não apareçam estes carimbos, não obliterativos, a inutilizar selos postais, como é o caso do Tipo M – E 7, que também apresento.

Segue-se uma breve descrição e catalogação deste tipo de carimbos. Para cada um deles apresento também uma reprodução esquemática reduzida. Morfologicamente ou são hexagonais ou circulares, e aparecem na maioria das vezes batidos a preto, mas também os conheço a azul e a violeta.

O mais antigo é hexagonal, e foi utilizado na estação de Lourenço Marques em 1908. Considero-o o M – E 1 – HX. (Fig. 1) Carimbo de forma hexagonal com 30 mm na vertical e 28 mm na horizontal, com os dizeres – “ CORREIOS E TELEGRAFOS e LOURENÇO MARQUES “ na parte superior ambos em V. Na parte inferior, em semi-circulo, “ CENTRAL “. Rectângulo central com 14 x 9 mm, de cantos arredondados, que enquadra o grupo datador composto por dia, mês e ano com dois dígitos, tudo em numerais, e “M” ou “T”. O rectângulo central oblitera parcialmente a letra “ E “ que tem 14mm x 8 mm.

O 2º tipo – M – E 2 – HX. Com as mesmas características, sendo diferente do anterior, na forma do rectângulo central – tem os cantos rectos – e no grupo datador que em vez de “M “ ou “ T “, tem a hora (Fig.2). Deste tipo conheço carimbos entre 1914 e 1931.

O 3º Tipo – M – E 3 – HX, igual ao anterior, excepto que, em vez de “ Lourenço Marques “ tem “ TETE “, na horizontal, por cima do “ E “. (Fig. 3). Deste tipo conheço carimbos em 1933.


 f1 f2f3
 Fig. 1 Fig. 2 Fig. 3

    

O Tipo – M – E 4 – HX, é também um carimbo hexagonal de maiores dimensões, e específico do Distrito da Zambézia. Tem 34 mm na vertical e 30 mm na horizontal. Na parte superior, em semicírculo “ CORREIOS DE MOÇAMBIQUE”. Na parte inferior, em semi-circulo, o nome da estação. Rectângulo com 25 x 9 mm, de cantos arredondados, que enquadra o grupo datador composto por dia, mês e ano com dois dígitos, tudo em numerais, seguido de “ ÀS “ e a HORA. (Fig. 4) Deste tipo conheço carimbos de Quelimane e do Chinde, com datas entre 1915 e 1932.

O Tipo – M – E 5 – HX, foi utilizado na estação de Inhambane. O hexágono é de menores dimensões – tem 29 x 25 mm. Na parte superior em semicírculo “ CORREIOS DE MOÇAMBIQUE “ e na parte inferior “ INHAMBANE “ em semicírculo. O rectângulo central, tem 9 x 8 mm e o grupo datador tem dia, mês em abreviatura de 3 letras e ano com dois dígitos. Conheço entre 1912 e 1931. (Fig. 5)

Embora o carimbo que observei esteja mal batido, penso tratar-se de um carimbo circular com 27 mm de diâmetro – Duplos círculos muito juntos. Em cima “ESTão TELG o POSTAL” em semicírculo. Em baixo “ MOÇAMBIQUE”. Rectângulo central com 19 x 8 mm enquadrando grupo datador com dia, mês e ano com dois dígitos. Seria o M – E 6 – C. (Fig. 6)

 

 f4f5
 f6
 Fig. 4
 Fig. 5 Fig. 6
 

Apresento de seguida um exemplo de carimbo de encomendas, não obliterativo e que ocasionalmente, inutiliza selos postais.

M – E 7 – C – Carimbo Circular com 48 mm de diâmetro. Na parte superior e em semi-círculo “Estação Central Postal”, na parte inferior também em semi-círculo “Lourenço Marques”. Na parte Central do carimbo, sem nenhum enquadramento, inscreve-se em linhas horizontais de cima para baixo: “Encomendas/Postais/Grupo Datador (Dia em numerais, mês em abreviatura de 3 letras, e ano completo) /Cobrado” (Fig. 7) Conheço, a violeta, com data de 1945.

Conheço outros carimbos deste tipo, utilizados pelos Correios de Moçambique até 1975, aplicados sobre os modelos oficiais das encomendas, mas como nunca os vi a obliterar selos postais, não os reproduzo.

Também a Companhia de Moçambique utilizou carimbos obliterativos específicos das encomendas postais.

Descrevo em seguida os dois Tipos que conheço.

CM – E 1 – HX – Carimbo hexagonal, com 27 mm na vertical e 24 mm na horizontal, (Hexágono pequeno). O enquadramento do grupo datador, por Rectângulo com 21mm por 9 mm. O grupo datador, tem o Dia – em numerais –, o Mês em abreviatura de 3 letras, e os dois últimos dígitos do ano. Na parte superior do carimbo, em semicírculo “ENCOMENDA” e por baixo, horizontalmente “POSTAL”. Na parte inferior, em semicírculo, “BEIRA”. (Fig. 8) A data mais antiga é Jan 1931 e a mais recente 1942, na estação da Beira.

CM – E 2 – HX – Carimbo hexagonal, com 27 mm na vertical e 24 mm na horizontal, (Hexágono pequeno). O enquadramento do grupo datador, por Rectângulo com 21mm por 9 mm. O grupo datador, tem o Dia – em numerais –, o Mês em abreviatura de 3 letras, e os dois últimos dígitos do ano Na parte superior do carimbo, em semicírculo “ ENCOMENDAS  e por baixo, horizontalmente “POSTAIS “. Na parte inferior, em semicírculo, “ BEIRA”. O grupo datador, tem o Dia – em numerais –, o Mês em abreviatura de 3 letras, e os dois últimos dígitos do ano (Fig. 9). As datas que observei foram – de 1931 a 1938. Apenas na estação da Beira.


 f7 f8f9
  Fig.7  Fig.8  Fig.9

 

Espero ter contribuído para despertar a curiosidade dos filatelistas, em especial dos que gostam de coleccionar carimbos de Moçambique para que, procurando nas suas colecções e nos seus stocks, confirmem ou não a relativa dificuldade em encontrar este tipo de carimbos.

Como sempre estou à disposição para qualquer esclarecimento e agradeço também todas correcções e comentários que queiram fazer as estas breves notas.

 

 

 

 

 

 

 

Actualizado em Quarta, 27 Janeiro 2010 13:21
 

Procura

 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack